A araucariense Giovanna Rontal Weber Schiller, 27 anos, que recentemente foi campeã da 8ª edição do programa “Que Seja Doce”, do canal de TV por assinatura GNT, não está medindo esforços para se tornar uma confeiteira de sucesso. Formada em Gastronomia pela PUC/PR, ela comemora a repercussão do programa e a maneira como o público de Araucária reagiu. “Eu estou muito feliz, recebi muito carinho, muitas mensagens e acabei atingindo lugares e pessoas que antes não conheciam nosso trabalho ou não faziam ideia de que estávamos fazendo coisas por aqui. Os pedidos aumentaram e o programa aumentou bastante nossa visibilidade, muita gente ficou interessada em conhecer e provar. Conquistamos novos clientes, fidelizamos os antigos e pouco a pouco vamos conquistando também nosso espaço por aqui”, disse a confeiteira.

Todo esse sucesso só ajudou a Giovanna a dar mais um passo na realização de um sonho antigo, dela e do marido Jonas Cadore, também formado em Gastronomia pela PUC/PR. Eles irão abrir um negócio próprio, porém o formato ainda é surpresa e só será revelado no dia da inauguração, eles apenas adiantaram que o foco vai ser padaria e confeitaria.

“Esse projeto de abrir uma loja física já é uma ideia antiga que ficou engavetada por um tempo, porque empreender é muito desafiador e ainda não nos sentíamos prontos, precisávamos de mais experiência antes de nos arriscarmos. Com a vinda da pandemia acabamos repensando muitas coisas da nossa vida, decidimos que era a hora de investir no nosso negócio e abrir algo, mas antes resolvemos testar o público aqui em Araucária para ver se nosso produto era algo interessante, se existiria demanda e se nosso projeto se encaixava por aqui. Por enquanto o projeto da loja física ainda está no papel e até início do ano que vem ainda iremos trabalhar no formato de dark Kitchen (trabalhando apenas com encomendas e fornecendo para revenda, sem produtos a pronta entrega no local). Ainda estamos em busca do ponto ideal para transformar o projeto em realidade”, contou Giovanna.

Sintonia na cozinha

Giovanna e Jonas estão juntos há oito anos, além de muito amor e cumplicidade, eles compartilham milhares de receitas e segredinhos culinários. Suas histórias e trajetórias também são muito parecidas. “A minha experiência maior é em confeitaria e padaria e a do Jonas é maior na parte de cozinha quente. Ele já passou por alguns restaurantes em Curitiba e também foi indicado para trabalhar no Laurent Suaudeau. Depois disso, chefiou o restaurante francês do hotel Grand Hyatt São Paulo, ganhou um concurso na Patagônia e também chefiou um Empório em Curitiba. Acredito que por termos afinidades em áreas diferentes, nós dois nos completamos, temos uma ótima sintonia e nossa parceria se baseia nisso. Nós dois amamos o que fazemos e queremos transferir tudo isso pro nosso negócio, criar algo em que a gente acredite, que tenha nossa cara, essência e identidade”, disse a confeiteira.

Ambos acreditam que Araucária tem um grande potencial para receber um novo negócio e fazê-lo crescer. “Temos muitas ideias e também queremos ficar em Araucária porque toda a minha família é daqui e tenho uma ligação forte e afetiva com a cidade”, completou Giovanna.

Qualidade

Embora os planos de abrir um ponto físico ainda estejam apenas no papel, uma coisa o casal garante: “queremos trazer toda a nossa vivência e experiência para o negócio, com produtos e insumos frescos e de qualidade, valorizando o produtor local, com receitas clássicas e receitas de família. Gostamos muito da comida que tem história, que resgata tradições e nossas melhores memórias afetivas e tudo isso com certeza está dentro do nosso projeto porque é um dos pilares que mais acreditamos”.

Mesmo quando a loja física estiver funcionando, Giovanna garante que irá manter as redes sociais, com a revenda de produtos, encomendas e pequenos eventos (almoços, jantares e coffee breaks – eventos privados na casa do cliente que podem ir de um simples almoço até um jantar com menu degustação). “Como nós dois temos afinidades em áreas diferentes, conseguimos abranger um nicho grande de trabalho e não pretendemos encerrar esse tipo de atividade”, argumenta Giovanna.

Siga os confeiteiros no Instagram @giovanna.cozinha e @giorwschiller insta e @_jonascadore

Texto: Maurenn Bernardo

VEJA TAMBÉM

Compartilhe