Estudantes araucarienses são selecionadas para participar do programa internacional “Ganhando o Mundo”

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O “Ganhando o Mundo” é um programa de intercâmbio internacional, criado pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR), com o objetivo de ofertar aos estudantes e professores da rede estadual de ensino a oportunidade de ter uma formação acadêmica em instituições estrangeiras. No último dia 20 de julho, saiu a primeira convocação dos selecionados para a maior edição do programa, e entre eles estão duas estudantes de Araucária: Livia Ritter Wiedmer, de 15 anos, aluna do Colégio Estadual do Campo Joana Gurski (Rio Verde Acima) e Nadia Prado de Andrade, do Colégio Estadual Cívico Militar Dias da Rocha (Centro).

Elas embarcarão no início do ano que vem para uma experiência de um semestre letivo, em cinco diferentes destinos a serem definidos na sequência: Austrália, Canadá, Estados Unidos, Inglaterra e Nova Zelândia. Os alunos selecionados pelo programa, terão as despesas com alimentação, hospedagem, transporte, emissão de vistos e passaportes, passagens aéreas e terrestres, exames médicos, vacinas, seguro-viagem e saúde, taxa de matrícula, mensalidade da escola no exterior, material didático, uniforme, tradução juramentada da documentação escolar e reuniões de orientação custeadas pelo Governo do Estado. Eles também receberão um auxílio de R$ 800 mensais.

Para ter a inscrição validada, o estudante precisava cumprir alguns requisitos: ter cursado do 6º ao 9º ano do ensino fundamental em uma instituição de ensino da rede pública estadual do Paraná; ter médias iguais ou superiores a 7,0 e frequência igual ou superior a 85% em cada uma das disciplinas da matriz curricular em 2022 e no 1º trimestre de 2023; ter sido regularmente matriculado no 9º ano na rede pública estadual em 2022 e estar matriculado e cursar a 1ª série do ensino médio na rede estadual em 2023. Na data do embarque, também é necessário ter idade mínima de 14 e máxima de 17 anos e seis meses.

A nota de classificação para selecionar os estudantes considerou três itens: a nota padronizada obtida pelo estudante na Prova Paraná Mais, realizada entre 25 de outubro e 3 de novembro de 2022, o número de certificados obtidos pelo estudante na plataforma Inglês Paraná e os certificados de participação como Aluno Monitor na escola em que ele estiver matriculado. A Prova Paraná Mais 2022 teve peso 70 na nota de classificação. Já o Inglês Paraná e o Aluno Monitor tiveram peso 15 cada um na pontuação total (100).

A família da estudante Lívia ficou extremamente animada com a conquista da jovem. “Desde os seus primeiros anos Lívia demonstrou um amor genuíno pela leitura e pelo conhecimento, sendo sempre encorajada por mim e pelas suas irmãs, que oportunizaram o acesso à diversidade cultural e incentivaram o interesse pelas línguas estrangeiras. Aos 5 anos, ela já contava até 10 em alemão e acompanhava com entusiasmo o estudo de inglês da irmã e o curso de espanhol que eu frequentava, além de ter contato com falantes de polonês”, contou a mãe Annelise.

Lívia foi a 1ª colocada de Araucária e ficou na 41ª posição no Paraná entre mais de 12 mil estudantes inscritos. “Lívia é um exemplo inspirador para todos os jovens e uma prova viva de que a busca pelo conhecimento e a paixão pelos estudos pode levar a resultados extraordinários”, comemorou a mãe.

Mais selecionados

Além da Lívia e da Nadia, outros estudantes araucarienses deverão ser convocados para participar do “Ganhando o Mundo”, isso porque em breve o Governo do Estado irá divulgar uma nova lista, com mais 501 estudantes selecionados do Paraná. Para saber mais sobre o programa e ficar por dentro de todas as novidades, acesse o site https://www.ganhandoomundo.pr.gov.br

Edição n. 1374

Compartilhar
PUBLICIDADE