Fã de garis, Davi ganhou festa com o tema e visita de coletores de lixo

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Davi Teixeira Fidêncio, 10 anos, é um grande fã dos garis e coletores de lixo de Araucária. Sempre que o caminhão da coleta passa em frente a sua casa, no bairro Cachoeira, ele fica observando, e os coletores, sabendo da paixão do garoto, sempre dão uma “paradinha” no portão. Por essa admiração, o Davi ganhou uma festa de aniversário no sábado (22/10) com o tema inspirado nos trabalhadores da limpeza urbana. A festinha contou com a presença de colegas da Escola Municipal Archelau de Almeida Torres, onde ele estuda, e a presença especial de alguns coletores.


Tempos atrás, o Davi já havia feito uma visita na empresa Transresíduos, responsável pela limpeza pública da cidade. Na ocasião, ganhou um boné, luva, adesivos, fez várias fotos e filmagens. Karina é professora de apoio do garoto, que é estudante incluso com Transtorno do Espectro Autista (TEA), nível moderado. Ela foi uma das responsáveis pela organização da festinha. “A Sheila, mãe do Davi, falou comigo que tinha vontade de fazer um bolinho no aniversário do filho, porém estava em dúvida, então me propus a ajudá-la a fazer uma festinha e convidar alguns amigos da escola. Ela até se surpreendeu em saber que o Davi era muito querido por todos os colegas, isso devido à sua dificuldade de comunicação, por conta do autismo. Decidimos que o tema seria inspirado na limpeza pública, com garis e coletores de lixo. Falei com a direção da escola, e eles aprovaram, entrei em contato com os pais dos amigos do Davi e formamos um grupo de whatsapp, onde combinamos tudo sobre a festa. E deu tudo certo, tanto que bem na hora da festa, o caminhão da coleta passou pela casa do Davi e os coletores foram lhe parabenizar. Ele ficou super feliz”, disse a professora Karina.


A mãe não conteve a emoção de ver o filho rodeado de amigos, professores e diretores da escola, da equipe do CMAEE-TGD (onde ele faz acompanhamento) e dos ídolos do Davi, os coletores de lixo. “Também tivemos a visita do vice-diretor da escola Valdecir, que levou um personagem fantasiado de Capitão América. Foi tudo muito lindo, o Davi estava vestido com um uniforme igual ao dos coletores e se divertiu muito. Agradeço à professora de apoio Karina, ao professor da turma Leandro, a diretora da escola Ivanilde, aos demais professores, à equipe do CMAEE-TGD, aos colegas do Davi e seus pais e a todos que ajudaram a realizar esta festa. Foi um marco na vida do meu filho”, disse Sheila.
Canal no Youtube


Davi foi diagnosticado com autismo aos dois anos de idade. Segundo a mãe, até completar um ano e meio, ele se desenvolvia super bem, depois começou a apresentar regressão. “Procuramos ajuda médica para estudar o caso do Davi e veio o laudo de autismo. Quando ele entrou na escola, foi uma luta para se adaptar, mas conforme foi crescendo, teve melhoras muito significativas e isso se deve ao empenho de toda a equipe da Escola Archelau e também do CMAEE”, disse.


Segundo a mãe, a inclusão, os cuidados e o carinho que todos tem pelo Davi, tem sido fundamental para o seu desenvolvimento. O Davi adora Internet e recentemente a mãe descobriu que ele criou um canal no Youtube sozinho, onde postou vídeos de caminhões de lixo e da visita que fez à Transresíduos. Acesse para conhecer: https://youtube.com/channel/UCC1PtsmRZJCkoha26GFHQXA


“Sabemos que a inclusão dos autistas não é fácil, mas quando temos as pessoas certas do nosso lado, isso é possível, todo preconceito acaba sendo superado. É por isso que vencemos essa luta diariamente e mostramos que é possível convivermos todos bem, apesar das diferenças”, declarou a mãe.

Compartilhar
PUBLICIDADE