Pesquisar
Close this search box.

Forças de segurança de Araucária tiraram de circulação mais de 2 toneladas de drogas no 1º semestre de 2023

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Mais de 2 toneladas de drogas foram apreendidas em Araucária pelas polícias Militar, Civil, Rodoviária e Guarda Municipal no primeiro semestre de 2023. Grande parte dessas drogas estavam “de passagem” pelo Município, ou seja, foram interceptadas no meio do trajeto para outras cidades e estados. A maior quantidade apreendida foi de maconha, depois cocaína e crack, e em menor quantidade também foram apreendidas drogas sintéticas como LSD, MD e comprimidos de ecstasy.

As apreensões são resultado de operações voltadas ao combate e a desarticulação de organizações criminosas. As denúncias enviadas por cidadãos por meio de canais como o Disque-Denúncia 181 também tiveram importante papel para o resultado alcançado no período.

A Guarda Municipal de Araucária afirmou destacou a intensificação do patrulhamento preventivo e ostensivo uniformizado em pontos onde há denúncias de tráfico de entorpecentes para o combate ao tráfico de drogas. A PM, por sua vez, declarou que o policiamento, aliado ao compartilhamento de base de dados e serviços de inteligência, são fundamentais para combater o crime organizado, principalmente o tráfico de drogas.

No Paraná

O aumento no confisco de drogas em Araucária segue as estatísticas registradas no Paraná. Segundo um levantamento realizado pelo Centro de Análise, Planejamento e Estatística da Secretaria da Segurança Pública (Sesp), nos primeiros cinco meses deste ano as forças de segurança do Estado registraram um total de 132 toneladas de maconha confiscadas. O número é 65% maior do que o registrado no mesmo período de 2022 (80 toneladas). O maior registro mensal foi registrado no mês de maio, quando as polícias Civil e Militar apreenderam 53,5 toneladas.

As apreensões de crack também cresceram significativamente em 2023. Foram 802 quilos confiscados pelas polícias entre janeiro e maio, enquanto que no mesmo período de 2022 foram 321 quilos. O aumento foi de 149%. A maior quantidade foi recolhida em março, mês em que foram localizados 406 quilos da droga.

Incineradas

Todas as drogas apreendidas em operações e ações policiais realizadas em Araucária são encaminhadas para o depósito da Delegacia de Polícia local. No último dia 21 de junho a DP incinerou 2,5 toneladas de drogas, dentre elas maconha, cocaína, crack e LSD. Esses entorpecentes não foram necessariamente apreendidos apenas no primeiro semestre deste ano, mas em um período de tempo maior.

Na ocasião, o delegado Tiago Wladyka ressaltou a importância dessa ‘limpeza’ no depósito. “Precisamos evitar o acúmulo de substâncias entorpecentes na Delegacia, visto que as apreensões em grande quantidade estão cada vez mais corriqueiras”.

Edição n. 1370