Pesquisar
Close this search box.

Governador Ratinho Junior anuncia novo decreto, com medidas mais drásticas para conter a Covid 19

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Governador Ratinho Junior anuncia novo decreto, com medidas mais drásticas para conter a Covid 19
O governador Carlos Massa Ratinho Junior convocou na noite de quinta-feira (25) duas reuniões virtuais de emergência para discutir o cenário da pandemia da Covid-19 e novas medidas restritivas a serem apresentadas para a sociedade nesta sexta-feira (26). Uma foi com os prefeitos dos cinco maiores municípios do Paraná e a outra com todos os presidentes das associações municipais, que congregam as 399 cidades do Estado. Foto: AEN

Na manhã desta sexta-feira, 26 de fevereiro, o governador do estado, Ratinho Junior, anunciou um novo decreto, com uma série de medidas restritivas para conter a propagação do coronavírus em todo o Paraná. As medidas, que foram tomadas em comum acordo com prefeitos de todos os municípios, visam evitar que o estado entre em colapso na Saúde. Elas começam a valer a partir deste sábado, 27, e vão vigorar até o próximo dia 8 de março.

Serviços e atividades não essenciais serão suspensos, haverá restrição de circulação em espaços e vias públicas no horário das 20h às 05h. Diariamente neste período, fica estabelecida a restrição provisória de circulação em espaços e vias públicas, excetuando pessoas e veículos em razão de serviços e atividades essenciais. Fica proibida a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo no período das 20h às 05h. O governador reforçou que a fiscalização para quem descumprir as medidas contidas no decreto será intensificada por parte da Secretaria de Estado da Segurança Pública, com a possibilidade de aplicação de multas e até de prisão. “É um freio de arrumação, para que a situação volte aos trilhos nesse período de pouco mais de uma semana. As avaliações serão diárias em torno da linha que a pandemia seguirá no Estado. A curva só vai diminuir com a participação de todos”, avaliou o governador.

Também foi decretada a suspensão das aulas presenciais em escolas estaduais públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, cursos técnicos e em universidades públicas e privadas. O expediente dos trabalhadores deverá se adequar aos horários de proibição provisória de circulação definidos no decreto.

Atividades religiosas deverão ocorrer somente com atendimento
individual ou culto on-line. Outra medida envolve o REGIME DE TELETRABALHO para Órgãos do Estado. Para lanchonetes e restaurantes, serão PERMITIDOS apenas delivery, drive-thru e Take away.
Empresas e comércios deverão priorizar a substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho, quando possível. Hospitais públicos e privados terão que suspender as CIRURGIAS ELETIVAS por 30 dias, para assegurar o estoque de medicamento anestésico e reduzir demanda por leitos hospitalares.

Novos leitos

Diante do quadro de gravidade na Saúde, o governo do estado também está abrindo 99 leitos de uti e 153 leitos clínicos, nos seguintes hospitais:
Hospital Zona Sul de Londrina: 30 leitos clínicos
Hospital Zona Norte de Londrina: 20 leitos clínicos
Hospital do Coração de Londrina: 10 leitos de uti
Hospital Bom Jesus de Ivaiporã: 4 leitos de uti e 4 leitos clínicos
Hospital Regional de Ivaiporã: 10 leitos clínicos
Hospital Regional de Francisco Beltrão: 6 leitos de uti
Hospital São Pelizzari (Palmas): 3 leitos de uti
Hospital Cruz Vermelha – Castro: 10 leitos de UTI e 25 leitos clínicos
Hospital Municipal – Foz do Iguaçu: 20 leitos de UTI e 30 leitos clínicos
Hospital Metropolitano – Sarandi: 20 leitos de UTI e 34 leitos clínicos
Hospital Santa Rita – Maringá: 5 leitos UTI
Hospital Municipal – Maringá: 10 leitos de UTI
Hospital Municipal – Cascavel: 6 leitos de UTI
Hospital Regional do Litoral – Paranaguá: 5 leitos de UTI

Texto: Maurenn Bernardo