Pesquisar
Close this search box.

Grupo SOMAR dá início a projeto de oratória nas escolas de Araucária

Foto: Divulgação.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O grupo de voluntários SOMAR, que é um acrônimo para as palavras Solidariedade, Organização, Multiplicação, Amor e Responsabilidade, deu início a um projeto que pretende estimular estudantes a desenvolverem a prática de falar em público, uma competência imprescindível para o mercado de trabalho. O projeto seguirá os mesmos moldes do Concurso de Oratória que vinha sendo desenvolvido pela JCI nas escolas do Município e que parou devido à pandemia.

A primeira etapa do projeto do SOMAR já aconteceu, foi o treinamento dos voluntários, e o próximo passo deverá iniciar na semana depois da Páscoa, com as visitas nas escolas, para apresentar a ideia e convidar os alunos para participar.

“Devido à pandemia, as escolas ficaram por cerca de dois anos fechadas, então o projeto de oratória da JCI acabou se tornando inviável, assim como a própria ONG acabou sendo extinta. Este ano reunimos um grupo de voluntários que estavam dispostos a retomar o projeto. Primeiramente decidimos criar o SOMAR, e a partir daí iniciamos os trabalhos”, conta Danilo Donoso, um dos integrantes da nova ONG.  

Segundo ele, o objetivo do Oratória nas Escolas é impactar jovens e adultos e a comunidade como um todo, e promover o desenvolvimento pessoal dessas pessoas. “Nesses campeonatos de comunicação, a preocupação maior não é quem vai ganhar e levar o troféu, é claro que isso se torna um incentivo, mas o foco é melhorar a capacidade de comunicação desses alunos, porque alguém que consegue se expressar melhor, que aprende a trabalhar com a voz, o tempo, o gesto e a postura, e que aprende a ouvir melhor, entenderá todas as informações recebidas e, principalmente, perderá o medo de falar em público. Isso impacta positivamente a vida dessas pessoas. Elas ganham novas capacidades e habilidades que serão muito úteis, seja em uma apresentação escolar, durante uma entrevista de emprego, liderando pessoas, ou vendendo algo. É inegável a importância da comunicação na vida do ser humano, aponta Danilo. 

O projeto do SOMAR terá várias etapas ao longo do seu desenvolvimento, culminando no Concurso de Oratória. “Já treinamos nossos voluntários, ou seja, nós estudamos, nos organizamos, nos capacitamos como voluntários, principalmente em técnicas de comunicação, e agora vamos dar início a apresentação da ideia nas escolas. Com certeza, será uma ferramenta importante na vida escolar de muitos jovens”, acredita.