Jovem com paralisia cerebral viraliza na web e alcança mais de 48 mil seguidores

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

É impossível não se emocionar com a história do jovem Eduardo Henrique Moraes Coutinho, 24 anos, morador do Jardim Planalto. Logo ao nascer, com apenas 4 dias de vida, ele teve uma convulsão ficou 19 dias na UTI, onde recebeu um triste diagnóstico de que se sobrevivesse, ficaria em estado vegetativo. “Deus tinha um propósito na vida do meu filho e ele saiu do hospital com vida e pronto para enfrentar novos desafios. Muito ativo e esperto, o Eduardo sempre se mostrou um guerreiro e se esforçou muito para levar uma vida normal, dentro do que suas condições permitem. Em 2019 ele começou a fazer vídeos na internet, orava e pedia muito a Deus para ajudá-lo, e não demorou muito para suas publicações viralizarem”, relata a mãe Maria Moraes.


Nem mesmo as dificuldades motoras e na articulação da fala, impostas pela paralisia cerebral, impedem o Eduardo de se comunicar com seus seguidores. Em 17 de abril de 2019 ele começou a publicar vídeos no Tik Tok, com mensagens de fé e superação. No início as publicações eram esporádicas, mas com a chegada da pandemia da Covid19, que mudou drasticamente sua rotina, o obrigando a ficar mais tempo dentro de casa, os vídeos se tornaram frequentes.


Hoje o Eduardo está bombando nas redes sociais. No youtube ele tem mais de 4 mil inscritos, mais de 48 mil seguidores no Instagram e 1,2 milhões de visualizações no Tik Tok. Em um dos vídeos no youtube, o jovem conta seu testemunho de vida.


O futuro


Além das publicações nas redes sociais, Eduardo concluiu o ensino médio e tem projetos para o futuro. Ele pretende cursar uma faculdade de Artes, pois outra grande paixão sua é o desenho. “Desde pequeno o desenho faz parte da vida do meu filho, quando ele ainda era aluno da antiga escola especial Joelma (hoje CMAEE Joelma). Aos 24 anos ele ainda faz tratamentos para melhorar sua qualidade de vida, como fisioterapia, fonoaudiologia, entre outros. Também faz vários cursos. Ele precisa de patrocínio, pois deseja criar sua própria websérie, para contar seu testemunho”, conta a mãe.
Caso alguém se interesse em patrociná-lo, o fone de contato é 41 98781-3288.


Jovem com paralisia cerebral viraliza na web e alcança mais de 48 mil seguidores
Compartilhar
PUBLICIDADE