Ministério Público cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura, Câmara e casas de autoridades

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O Ministério Público cumpriu na manhã desta quinta-feira, 1 de junho, diversos mandados de busca e apreensão de documentos em vários endereços localizados em Araucária e Curitiba.

Os mandados cumpridos são fruto de um procedimento investigatório aberto pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do Ministério Público. Este órgão é um braço do MP com competência para investigar autoridades com prerrogativa de foro.

Em Araucária foram cumpridos mandados de busca e apreensão em pelo menos quatro endereços: a sede da Prefeitura, a sede da Câmara de Vereadores, na casa do prefeito Hissam Hussein Dehaini e na casa do presidente do Poder Legislativo Ben Hur Custódio de Oliveira.

A assessoria de comunicação do Ministério Público não informou em qual endereço foi cumprido o mandado em Curitiba. No entanto, sabe-se que, no total, foram dez os mandados cumpridos, alguns num mesmo local.

Ainda conforme a assessoria do MP, a operação de hoje contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), da Promotoria do Patrimônio Público e da Promotoria da Infância e Juventude de Araucária.

Conforme o apurado por nossa reportagem, em razão da prerrogativa de foro do chefe do Poder Executivo, as ordens de busca e apreensão tiveram que ser determinadas pelo Tribunal de Justiça do Paraná. A análise dos pedidos coube ao desembargador José Maurício Pinto de Almeida, da 2ª Câmara Criminal do TJPR.

Também de acordo com o Ministério Público, a apuração foi aberta para investigação de possíveis crimes contra a administração pública, entre outros. O procedimento, no entanto, tramita em segredo de justiça em razão da natureza jurídica dos fatos apurados e dos personagens envolvidos.

Confira a live que realizamos no local:

Compartilhar
PUBLICIDADE