Pesquisar
Close this search box.

Motoristas causam prejuízos no espelho retrovisor alheio

Motorista deve registrar boletim de ocorrência, já que andar sem o retrovisor pode gerar multa. Foto: divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Motoristas causam prejuízos no espelho retrovisor alheio
Motorista deve registrar boletim de ocorrência, já que andar sem o retrovisor pode gerar multa. Foto: divulgação

 

O prejuízo causado aos donos de veículos que tem seus espelhos arrancados por motoristas apressadinhos ou barbeiros, acaba gerando lucro para empresas que trabalham com a troca do equipamento. Muitas das reclamações com relação a este problema partiram de pessoas que costumam deixar seus carros estacionados na avenida Independência, bairro Porto das Laranjeiras, onde estão situados vários comércios. Segundo um dos reclamantes, entre dois ou três retrovisores são quebrados todos os dias. “A rua tem estacionamento dos dois lados, e sabemos que o espaço não compatível com a passagem de dois veículos grandes ao mesmo tempo. Mesmo assim, os motoristas insistem e acabam arrancando o retrovisor alheio”, denunciou.

Se para uns o prejuízo é grande, para outros, é a oportunidade de faturar. Na Auto Vidros Polaco, por exemplo, são feitas cerca de 30 trocas de espelhos retrovisores por mês. Na Auto Vidros Araucária, apesar de não estipular uma média, a loja informou que também costuma efetuar várias trocas por mês. No Auto Vidros Central a média oscila entre seis trocas no mês.

Arrancar o retrovisor alheio é infração de trânsito, porém, é quase impossível identificar o culpado. Porém, o mais indicado é registrar um boletim de ocorrência, pois andar sem o equipamento é infração grave e gera multa de R$ 127,69, mais cinco pontos na CNH.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1171 – 11/07/2019