O óbvio é a verdade mais difícil de enxergar (Clarisse Lispector)

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Na politica “a tarefa mais ingrata do ser humano é convencer o outro do óbvio”, já dizia nosso velho amigo Vicente Ribeiro Mielli quando tínhamos de mostrar a população que o dono de determinada empresa falida era dono mesmo. Mostrávamos até a certidão do contrato registrado na junta comercial e nada de convencimento e ainda ouvíamos de seus correligionários que “papel aceita tudo”, afinal o mecanismo de proteção do Ego é esconder a verdade através da mentira para não sofrer.


Pelos idos de 2010, quando rede social se restringia ao Orkut, artigos diziam que futuramente novas tecnologias de entretenimento da junção do computador com o celular faria cada ser humano ter sua própria maneira de se informar baseado apenas na suas preferencias pessoais, de novo criando uma realidade paralela afagando o ego.


O futuro chegou e com ele tudo se tornou possível e as manipulações das massas se dão através de produtores de conteúdos profissionais que misturam verdades com mentiras, fatos com boatos, notícias com narrativas, ciência e religião, e com meias verdades o legal e ilegal sustentam a hipocrisia humana.
Assim sendo a terra virou plana, o magnata George Soros virou comunista, muito honesto virou ladrão, e desonesto que corrompe judiciário virou modelo de retidão, o certo ficou errado e a inversão mental tomou conta da população, e quem perde pode bagunçar pelo ego contrariado.


O governo é militar e tem 12 mil deles mamando numa boquinha, perdeu a eleição, não aceita derrota e pensa que ficar trancando rodovias por 72 horas podem chamar a si mesmo se posando de honesto. A bagunça deles encobre a própria incompetência de encarar a verdade escancarada e não podem invocar o artigo 142. KKKKKKK

O óbvio é a verdade mais difícil de enxergar (Clarisse Lispector)
Compartilhar
PUBLICIDADE