Pesquisar
Close this search box.

Padre André Marmilicz: A VIDA TRIUNFOU. JESUS RESSUSCITOU

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Depois da morte violenta à qual Jesus foi submetido, fez-se noite, trevas e num primeiro momento, todas as esperanças provindas dele, foram por terra. As trevas cobriram todo o universo e a morte parecia ter derrubado a utopia de um mundo melhor. Os discípulos, movidos pelo medo dos judeus, também se dispersaram, fugiram, decepcionados com o fim do Mestre Jesus. Eles que tinham depositado todas suas ilusões, seus sonhos nele, de repente veem tudo ir água abaixo. O horizonte que se descortina em suas vidas é macabro, sinistro, de derrota total. Parece que a morte venceu e jogou-os num beco sem saída. Era o fim de um sonho, acalentado com tanto amor, com tanto entusiasmo e ardor.

E tudo aquilo que levava a crer num final desesperador, renasce com muito mais força e convicção. A morte foi vencida pela vida. A luz voltou a brilhar na escuridão; a esperança deu lugar ao desespero, a alegria explodiu nos corações, deixando para trás todo tipo de tristeza e possível depressão. Jesus ressuscitou e essa certeza explodiu no coração dos apóstolos, que, movidos pelo espírito do Cristo ressuscitado, se transformaram em novas criaturas. O medo dos judeus, que simplesmente os paralisava, dá lugar a uma coragem indescritível. A ressurreição de Jesus os transformou em pessoas totalmente renovadas e irreconhecíveis. Houve no coração dos apóstolos uma verdadeira renovação, uma total transformação.

Movidos pelo espírito do Cristo ressuscitado, eles se tornaram verdadeiros portadores de uma vida nova. De tristes e abatidos, brotou dentro deles um entusiasmo que os renovou totalmente. É quase impossível imaginar que aqueles homens tão abatidos e arrasados a morte de Jesus, agora são verdadeiros entusiastas e cheios de coragem. E o que os moveu é a certeza de que Cristo ressuscitou, venceu a morte e uma vida nova nasceu no seio da humanidade. Movidos pelo espírito do Cristo ressuscitado, eles nada temeram, nem ameaças, nem açoites, nem prisões, nem a morte. E esse entusiasmo atraiu cada vez mais outras pessoas, que, a exemplo dos discípulos, começaram a anunciar com alegria a boa nova do Reino. E eles também enfrentaram com coragem todas as ameaças e as perseguições.

Movidos pelo testemunho dos discípulos e dos primeiros cristãos, nós também somos chamados a renovar a nossa fé no Cristo ressuscitado. O Papa Francisco vai nos dizer que, infelizmente, muita gente parou na sexta-feira santa e ainda não chegou no dia da Páscoa. E, na verdade, o que nos move como Igreja é a certeza de que o Espírito do Cristo Ressuscitado continua vivo e presente, dirigindo nossas vidas. E assim, podemos fazer diariamente a experiência da ressurreição. Os problemas sempre nos acompanharão, assim como situações difíceis e inesperadas. Mas, a presença do Cristo ressuscitado em nossas vidas nos impulsiona a olharmos sempre em frente.

Desejo a todos uma feliz e abençoada Páscoa, porque em Cristo a vida triunfou e ele ressuscitou. Que a ressurreição de Jesus seja sempre nossa força, nossa coragem, nossa certeza de vida nova. A vida é mais forte do que a morte e, a luz sempre se impõe sobre as trevas. A Páscoa não é só hoje, a Páscoa é todo dia. Amém, Aleluia.