Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Lei permite que APAE continue utilizando o imóvel do Município pelos próximos 25 anos. Foto: Marco Charneski

Uma antiga reivindicação das famílias que são atendidas pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Araucária (APAE) finalmente poderá ser atendida pela Prefeitura: a reforma e ampliação da escola especial mantida pela entidade na área rural da cidade.

A ampliação será possível porque a Câmara de Vereadores aprovou nos últimos dias uma lei de iniciativa do prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) que permite que a APAE utilize um imóvel de propriedade do Município pelos próximos 25 anos. Esta mesma lei também autorizou a Prefeitura a executar a ampliação e reforma do prédio com recursos próprios.

O imóvel em questão está localizado na Estrada de Lagoa Grande, na região rural de Campo Redondo. O prédio já vem sendo utilizado pela APAE desde 1984, só que sem essa normatização da cessão do terreno feita agora, com a permissão expressa para reforma e ampliação da construção, o Município não conseguia avançar nos trabalhos.

De acordo com Anilceia Araujo de Sousa, diretora da Escola de Educação Básica Edvair José Leme de Campos na modalidade de Educação Especial, carinhosamente chamada de Escola da APAE, a instituição conta hoje com 110 alunos, sendo que a ampliação permitirá que sejam atendidas mais crianças portadoras de deficiência intelectual e múltipla, seja a partir dos 6 anos, com Ensino Fundamental, ou a partir dos 18 anos, com matrículas para Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A Secretaria Municipal de Planejamento (SMPL) explicou que o projeto para construção de duas novas salas de aulas, mais a adequação de um banheiro para portadores de necessidades especiais e a pintura de todo o prédio da APAE já está pronto. A obra que será licitada também conta com o apoio da Câmara, que renunciou parte de seu orçamento para custear os serviços.

“Nossa expectativa é lançar a licitação já nos próximos dias. O investimento inicial na APAE é de R$ 300 mil. E se tudo der certo, iniciamos as obras lá já no início do ano que vem”, explicou Samuel Almeida da Silva, secretário de Planejamento.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1281 – 30/09/2021

VEJA TAMBÉM