A análise das partículas brancas que caíram sobre a cidade de Araucária no mês de fevereiro, intrigando os moradores, permanece sem explicação. Segundo a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, o Instituto Água e Terra (IAT) já enviou as análises do material, porém não possível identificar a fonte geradora. “Existem muitas empresas no Município que podem gerar esse tipo de partículas, o IAT ainda está investigando, porém será uma tarefa complicada”, explicou a SMMA.

O problema e que depois desse “pó branco” ter caído sobre a cidade, recentemente alguns moradores disseram ter percebido sobre veículos, calçadas e outros locais, a existência de um pó escuro, semelhante ao carvão. E da mesma forma que ocorreu antes, esse pó preto está deixando os moradores bastante preocupados. “Não sabemos o que é isso, e se for prejudicial à saúde?”, questionou uma moradora. A SMMA disse que recentemente recebeu uma reclamação sobre isso. “O pessoal disse que parecia uma fuligem preta, foi na região do Tindiquera. Esse pó também será submetido à análise”, explicou a secretaria.   

Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

VEJA TAMBÉM

Compartilhe