População deve comunicar situações de deslizamentos e erosões que apresentam perigo

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A força da chuva é capaz de provocar muitas erosões e desmoronamentos de encostas, além de vários outros desastres naturais. Nas últimas semanas, com as chuvaradas que atingiram Araucária, foram registrados inúmeros casos de deslizamentos. Um exemplo aconteceu na rua Maria Saliba Torres, no Jardim Santa Eulália, onde um barranco desmoronou e engoliu parte do passeio para pedestres. A área foi sinalizada para evitar riscos de acidentes.

A Prefeitura de Araucária, por meio da Secretaria de Obras (SMOP), informou que não teve registro de solicitação de morador sobre a situação na rua Maria Saliba Torres. Como há outras demandas semelhantes no município, a SMOP esclarece que as suas máquinas e equipes estão trabalhando com capacidade máxima e que a rua em questão entrou na relação de serviços a serem executados pela secretaria o mais breve possível.

Orientações

Em casos como o que ocorreu no Jardim Santa Eulália, a orientação da Defesa Civil de Araucária é de que o morador fique atento a qualquer movimentação de terra próxima e não retorne ao local de deslizamento até que o órgão tenha feito uma avaliação do terreno.

“Preste atenção em indícios como postes inclinados e cicatrizes no terreno. Veja locais sem risco de deslizamento para onde você possa ir no caso de ser necessário o abandono do local. E se você mora em área de risco para deslizamentos, fique atento aos boletins meteorológicos e monitore a área”, orienta a Defesa Civil.

Se envolver residência e aparecer rachaduras, o morador deve solicitar vistoria da Defesa Civil pelo telefone 199 ou 153. Se afetar alguma rua é necessário acionar o Departamento de Trânsito pelo telefone 3614-1500.

Edição n.º 1388

Compartilhar
PUBLICIDADE