Na sexta-feira, 6 de maio, o Rotary Club de Araucária renovou a parceria com a Munters, empresa localizada na Vila Angélica, no Projeto Banco de Mobilidade, que vem atendendo diversas famílias na região, disponibilizando cadeiras de rodas, cadeira de banho, entre outros equipamentos de saúde. O projeto é mantido através da arrecadação de lacres de latinhas, feito por vários voluntários e empresas, que como a Munters, incentivam seus funcionários a participarem desta ação social. Segundo Daniele Amorim, RH da empresa, há um engajamento muito forte de todos os funcionários, por isso a parceria precisa ser mantida.

O Rotary busca fortalecer esta ação que tem um viés social e ambiental, considerando que no Brasil 97,8% do alumínio é reciclado. “Neste contexto, utilizamos o lacre para a conversão em cadeiras de roda, já que muitas vezes ele (lacre) se perde por ser uma peça pequena. A gente acaba deixando a latinha para os catadores recolherem e nos esquecemos de remover o lacre. Muitas vezes recebemos uma garrafa pet cheia de lacres de uma escola que fez a coleta, de uma criança que juntou em casa, de um pequeno estabelecimento. Todas essas contribuições tem uma importância imensa para o projeto, pois são necessárias 138 garrafas pets de 2 litros, cheias de lacre, para adquirimos uma única cadeira de roda”, explica o presidente do Rotary, Jason Rodrigues.

Se você também quer se tornar um parceiro do projeto Banco de Mobilidade do Rotary Club de Araucária, comece hoje a juntar os lacres e entre em contato com a Gabriela, no fone (41) 9590-0725.

Brinquedoteca

O Rotary também desenvolveu um belíssimo trabalho social com as crianças do Interact e Kids. Elas implantaram uma brinquedoteca para atender os filhos de pacientes oncológicas atendidas pela ONG EVA, no espaço cedido à entidade pelo Colégio CTI. Recentemente a brinquedoteca foi entregue à ONG e   pequena cerimônia de inauguração contou com a presença de “EVA’s”, da rotariana Sueli Inckot e das presidentes do Interact e Kids, Laysa e Maria Eduarda, respectivamente. “Nossas crianças foram responsáveis desde a concepção do projeto, até a busca dos recursos e a execução dos serviços. Elas ainda arrecadaram livros e brinquedos e montaram 100 kits de doces, que foram entregues na inauguração. Nosso total reconhecimento ao projeto e aos voluntários que atuaram ativamente”, destacou Jason.

Texto: Maurenn Bernardo

VEJA TAMBÉM

Compartilhe