Pesquisar
Close this search box.

Rui anuncia pacotaço de medidas de austeridade

Rui assinou o decreto de exoneração ontem à noite
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Rui assinou o decreto de exoneração ontem à noite
Rui assinou o decreto de exoneração ontem à noite

O prefeito Rui Sérgio Alves de Souza (PTC) concluiu no final da tarde desta quarta-feira, 17 de agosto, o que ele e sua equipe estão chamando de “pacotaço da moralidade”, que reúne uma série de medidas com o objetivo de otimizar a gestão da Prefeitura e reduzir custos com a folha de pagamento.

A principal medida tomada foi exoneração imediata de 108 cargos em comissão. O decreto efetivando isso foi assinado ontem mesmo pelo prefeito. Inicialmente trabalhava-se com a previsão de que o número de CCs demitidos fosse ainda maior, mas isso acabou não se efetivando. Há, no entanto, a possibilidade de que mais comissionados sejam exonerados tão logo seja levado a cabo a outra etapa do pacote, que é a redução das secretarias municipais.

A nova estrutura de secretarias prevê que elas sejam concentradas em apenas doze pastas. Com isso, várias serão unificadas. É o caso das pastas de Gestão de Pessoas e Administração, que serão concentradas numa só, que ainda ficará responsável pelo setor de tecnologia da informação do Município.

Já a Secretaria de Finanças incorporará a execução orçamentária do Município. As mudanças ainda prevêem a extinção da Secretaria de Governo. No lugar nascerá a pasta da Casa Civil, que congregará as atribuições do Governo, Planejamento e Chefia de Gabinete.

A Secretaria de Comunicação Social ficará responsável pela ouvidoria, transparência pública e assessorias comunitárias. Meio Ambiente e Agricultura serão unificadas numa única pasta. O mesmo acontece com Obras Públicas e Urbanismo. Já a Secretaria de Cultura absorverá as atribuições da Secretaria de Esporte. As funções da Codar e da Secretaria de Trabalho serão unificadas com a criação de uma única secretaria de Desenvolvimento Econômico. Discussões também estão sendo feitas para unificar a CMTC e a COHAB, mas isso não será feito agora.

Rui também anunciou outras medidas para reduzir as despesas da Prefeitura, como a proibição de diárias e viagens, a devolução do carro oficial que era utilizado pelo ex-prefeito, a determinação para que todos os celulares utilizados por secretários e outros servidores sejam imediatamente devolvidos e a revisão de todos os contratos em vigência no Município.

“São medidas difíceis de serem tomadas, mas que tínhamos que tomar para realinhar os interesses da Prefeitura aos interesses da nossa comunidade. O momento econômico pelo qual o Município passa exige sacrifícios de nossa parte e é isso o que estamos fazendo. Precisamos dar o exemplo para só então pedir para que os outros façam o mesmo. Queremos uma gestão enxuta, focada na melhoria da qualidade do serviço que prestamos à população e disso eu não abro mão”, afirmou Rui.
09 - geral cor copy
Texto: Waldiclei Barboza / FOTO: divulgação