Terezinha Poly: Corpus Christi em Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Todos os anos celebramos o Dia de Corpus Christi. A Igreja Católica reúne os fiéis em demonstração de fé para a procissão que percorre as ruas dos bairros próximas às igrejas. As ruas por onde a imagem do Santíssimo Sacramento passa é decorada com artes sacras geralmente feitas em serragem colorida, flores, e todos os desenhos feitos no chão pelos fiéis formam um grande tapete por onde a procissão passa.

Sempre em orações a procissão segue por diversas ruas, e, em algumas casas e estabelecimentos comerciais, são feitos altares onde por alguns minutos a procissão para e são feitas orações.

Escolhemos esta imagem da procissão de Corpus Christi em 1980, para mostrar esse pequeno trecho. Essa é ou assim era a Rua Cel. João Antonio Xavier esquina com a Rua Pedro Druszcz. À direita estão a residência do Sr. Silvestre Piska e a Estofaria São José, diante desta casa e da empresa foi feito um dos altares, e em frente um tapete feito com flores.

A data é comemorada em junho, e diante disto a temperatura neste dia sempre é fria, aqui podemos ver que as pessoas estão agasalhadas e enfrentam um dia ensolarado e frio de um inverno próximo, e como é normal todos estão aproveitando um pouco do sol. Mas, além do fato da temperatura baixa, temos aqui uma antiga visão do que já foi este trecho e que já está totalmente modificado.

A residência e a estofaria da Família Piska há muitos anos já não existem, e aqui já são conhecidos os modernos prédios comerciais que foram construídos, ao fundo vemos um grupo de árvores e a cerca que protegia a residência da saudosa Sra. Felicia Czyplicki, e como já sabem naquele lugar está atualmente construída a Loja Havan.

Em 1980, a Rua Cel. João Antonio Xavier era uma das ruas centrais de mão dupla, na verdade todas as ruas eram assim, mas a simplicidade das ruas também eram vistas nas comemorações e procissões que percorriam diversas ruas, mesmo nos dias atuais a tradição da procissão de Corpus Christi é respeitada, em todos os bairros nas proximidades das Capelas as ruas são fechadas um dia antes e na manhã do dia seguinte a procissão é realizada. Araucária ainda é uma cidade onde a maioria da população é da religião católica, e, como todos os anos ainda realizam a Procissão do Corpo de Deus pelas nossas ruas, reunindo a fé e a tradição de nosso povo.

Edição n. 1365

Compartilhar
PUBLICIDADE