Tragicomédia “Se Eu fosse Deus” estará no palco do Teatro da Praça

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A peça teatral Se Eu fosse Deus, do autor paranaense Jr. Manduchi, estará no palco no Teatro da Praça, para duas sessões: 1º e 29 de outubro, às 19h30. Com trilha sonora original criada pelo músico André Richter, a peça apresenta um enredo centrado em sete personagens que convivem em uma pequena pensão. Durante uma reunião de condomínio, a história mergulha em preconceitos que partem de uma simples implicância da personagem Dona Rosa com o novo vizinho do apartamento 8.


Na história, após uma explosão combinada com a falta de energia, Salvador, Frederiko, Antonieta, Vitor, Dona Rosa e Patrícia levantam cada vez mais teorias e suspeitas absurdas até a tragicomédia atingir o caos completo.


Para o diretor e produtor cultural, Daniel de Mattos Keller, a peça traz o julgamento como principal narrativa. Machismo, religião, intolerância e abuso psicológico são apenas alguns dos temas presentes. “Por isso apostamos na tragicomédia. Dessa forma, conseguimos apresentar temas complexos de uma forma mais suave. Com personagens típicos e de fácil identificação, aumentamos as chances de as mensagens chegarem ao público e das pessoas levarem essas discussões adiante no convívio cotidiano”, comenta o diretor.


Keller aponta que essa é uma oportunidade para levar mais do teatro independente à região metropolitana de Curitiba. “Não criamos a peça com isso em mente, mas iniciar uma nova temporada às vésperas das eleições, após um período econômico, social e político tão conturbado, torna essas novas sessões ainda mais especiais. Estamos animados e também muito orgulhosos por conseguir apresentar essa peça novamente e dessa vez, em outra cidade”.


A peça tem classificação indicativa para 16 anos e os ingressos já estão disponíveis pela plataforma Sympla a R$30 e R$15 (meia entrada).

Compartilhar
PUBLICIDADE