Pesquisar
Close this search box.

Vai reclamar de furto de celular e acaba preso pela GM

vai reclamar de furto de celular e acaba preso pela gm
Foto: Divulgação / GM.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O final de semana segue de muito trabalho para a Guarda Municipal de Araucária e entre as ocorrências atendidas uma chamou um pouco a atenção.

Trata-se do caso de um homem que procurou a sede da GM na noite deste sábado, 22 de julho, relatando que sua ex-namorada havia lhe furtado o celular. Diligentes, os guardas foram com ele até a residência da moça, que fica na rua das Dálias, no Campina da Barra, para tentar resolver a situação.

Chegando lá, a ex disse que a história não era bem essa. Segundo ela, o aparelho foi comprado em seu nome, de forma parcelada. Acontece que o rapaz não teria quitado as parcelas e ela resolveu pegar o aparelho como uma espécie de garantia.

Ouvida as versões, a ex acabou concordando em devolver o aparelho para o rapaz. O caso que estava aparentemente resolvido teve uma reviravolta quando os guardas começaram a preencher o relatório da ocorrência e pediram os documentos do homem para qualifica-lo no Relatório da Ocorrência. Eis que, ao jogar o nome dele no sistema, não é que apareceu um mandado de prisão em aberto em seu desfavor. Exatamente! Diante dos fatos, o rapaz acabou recebendo voz de prisão e foi encaminhado à Cadeia Pública de Araucária. Ou seja, no final das contas, ele ficou sem a namorada, sem o celular e sem a liberdade.

Mais uma denúncia furada

Também na madrugada deste domingo, por volta das 2h, a GM recebeu o chamado de um homem dando conta de que seu carro, um Palio, havia sido furtado. As informações acerca do furto foram repassadas para as demais viaturas da GM que acabaram visualizando o veículo circulando pela avenida Independência, no bairro Boqueirão.

Na abordagem ao veículo descobriram que ao volante estava uma mulher. Ela relatou que, na verdade, não havia furtado e sim o apanhado para fugir de seu ex-marido, que foi quem ligou para a GM. A mulher contou aos GMs que tem uma medida protetiva contra o ex, sendo que ele teria ido até sua casa para atazaná-la. Ela então pegou o carro e fugiu dele.

Com a nova versão, os guardas acompanharam a mulher até a residência identificada por ela e lá localizaram o sujeito. Ao ver a GM ele tentou se esconder atrás de um caminhão. Mas não obteve sucesso. Acabou preso em flagrante por quebra de medida protetiva.