Valmir Gomes: Edú, uma vida dedicada ao esporte

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Conheci o Idu como dirigente da Federação Paranaense de Futebol, o braço direito do então presidente Hélio Cury. Edú como popularmente é chamado Idu Marcelo Blasczczak, tem o dom de conciliar as pessoas, uma espécie rara no mundo atual. Começou cedo no futebol, nas categorias de base do Clube Atlético Paranaense no final da década de 80. Depois foi campeão pelo Araucária, quando se aposentou do futebol, foi ser técnico do clube, com inteiro sucesso, garantiu o acesso do clube para segunda divisão do paranaense. No querido Araucária ele fez de tudo, foi de atleta á Presidente do clube. Também presidiu a Liga de Futebol de Araucária por 6 anos consecutivos. Em 2012 aceitou convite do então presidente Hélio Cury e foi ser diretor de futebol do interior. O cargo de Secretário dos Esportes da cidade de Araucária foi ocupado pelo Edú nos anos de 2013 á 2016. Acumulou nesta época também o cargo de Vice Presidente da Federação Paranaense de Futebol, hoje exerce o cargo de Presidente da Liga de Futebol de Araucária. Como notam o homem é um dínamo no esporte. Além de todos estes cargos, foi nosso colega radialista ao lado do querido e saudoso Tião Calado na tradicional Radio Iguaçu, a voz de Araucária. Daqui mando um abraço ao popular Edú, um competente e respeitado cidadão, que dedica parte da sua vida ao esporte do Estado do Paraná e sua querida cidade de Araucária. Saúde e vida longa meu caro amigo.

Seu Rodrigo e seu Galize

Caros leitores do O Popular, o jornal de Araucária, na década de 60 joguei e fui campeão no Araucária E. C. com muitos conhecidos de todos vocês. Lembro do goleiro Luís, do Lateral Nilceu, do zagueiro Inolan, hoje médico ortopedista de reconhecida capacidade em CurItiba, do Renato um ótimo atacante, do Dica nosso capitão já falecido, do Onofre também falecido. Foi um timaço, me deixou saudades. Duas pessoas me marcaram positivamente naquela conquista, o Presidente do clube seu Rodrigo Gomes, pai do ex-prefeito Zezé Gomes, e o seu diretor de futebol senhor Galize, se não me engano ele era proprietário do cinema ou coisa assim. Estes homens nos ensinaram o caminho do título, fomos campeões, o carinho que eles nos davam era de pai para filhos. Calmos, tranquilos, a palavra certa na hora certa. Cada conselho melhor do que o outro. Eram respeitados por todos nós, uniam o grupo de tal maneira, que fomos vitoriosos, apesar da qualidade dos adversários da época. Saudades daquele tempo e dos nossos diretores. Esta coluna é uma homenagem à família do senhor Rodrigo e do senhor Galize, eles permanecem vivos na nossa memória…

Ecos de Araucária

Gente sempre fui muito bem recebido em Araucária e cidades vizinhas, tenho carinho por esta região do nosso Estado e seu povo sempre gentil. Esta gentileza de anos, foi um dos motivos que me fez escrever está coluna semanal. O Waldiclei está me proporcionando momentos agradáveis através do seu jornal O Popular, esta ponte de amizade entre eu e os leitores. Quando tiverem algum evento esportivo, se comuniquem comigo através da redação do jornal, que farei a divulgação na minha coluna sem ônus algum.

Edição n.º 1387

Compartilhar
PUBLICIDADE