Pesquisar
Close this search box.

Vereador Ricardo Teixeira é alvo de operação da Polícia Federal

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta quinta-feira, 8 de dezembro, mandados de busca e apreensão em Araucária. O alvo da operação é o vereador Ricardo Teixeira (PSDB).

Segundo apurou nossa reportagem, foram três os mandados cumpridos. Um na casa do vereador, que fica no jardim Iguaçu. Outro em seu gabinete na Câmara. E um terceiro na casa de um assessor do edil, cujo primeiro nome seria Ruberson.

Ainda segundo apurou nossa reportagem, os mandados de busca e apreensão cumpridos foram determinados pela Justiça Eleitoral, num inquérito datado agora do ano de 2022.

Até onde se sabe, não ha determinação de afastamento do mandato ou algo assim. A defesa de Ricardo afirmou que ele falará sobre o caso ainda no dia de hoje.

Atualização do caso

Ainda conforme informações da Polícia Federal, a ação deflagrada hoje ganhou o nome de Três Quintos e teve como objetivo apurar a eventual responsabilidade penal pela prática dos crimes de peculato, falsidade ideológica eleitoral e lavagem de dinheiro.

As investigações tiveram início com a denúncia de ex-assessores de um vereador da cidade de Araucária/PR, levada ao Ministério Público Federal.

Os denunciantes afirmaram que o vereador teria exigindo mais de 60% de suas remunerações como condição para permanecerem trabalhando em seu gabinete, sendo também obrigados a realizar pagamentos e transferências para terceiros ligados ao político.

Paralelamente, denunciou-se que parte dos valores eram utilizados para pagamento de dívidas e compromissos da campanha eleitoral de 2020, o que firma a competência da Justiça Eleitoral para o julgamento do caso.

A investigação apontou que a prestação das contas eleitorais, feitas pelo então candidato a vereador, teriam sido instruídas com contratos e recibos ideologicamente falsos, que valores contratados foram subfaturados e que pagamentos realizados tratavam-se de mera simulação, pois o dinheiro era devolvido ao candidato.

Equipes da PF cumpriram quatro mandados de busca e apreensão expedidos pela 3ª Zona Eleitoral de Curitiba/PR.

Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Araucária.