Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Na data de 20 de outubro, a equipe do Departamento de Educação Especial, da Secretaria Municipal de Educação do município de Araucária, junto às equipes gestoras dos CMAEEs TGD, Padre José Anusz e Joelma do Rocio Túlio, os quais trabalham com o público de crianças e estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), realizaram visita técnica na Associação de Pais e Amigos dos Autistas (AMA) Litoral, localizada na cidade de Balneário Camboriú/SC.

O objetivo da visita foi conhecer o atendimento interdisciplinar ofertado pela instituição, a organização, planejamento, estratégias e metodologias desenvolvidas para crianças e adultos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Os profissionais do município de Araucária apresentaram seu formato de trabalho para o atendimento a esse público no contexto educacional. Os profissionais da AMA mostraram-se instigados em conhecer o trabalho do serviço de itinerância que os profissionais realizam como pressuposto necessário para o processo de inclusão no município de Araucária.

Atualmente, a Associação realiza atendimentos à comunidade em geral, incluindo a avaliação para diagnóstico de crianças e adultos com características do TEA, a mediação com o ambiente escolar e familiar dessas pessoas, a orientação quanto aos encaminhamentos gerais e específicos de cada um, bem como a produção de materiais necessários à escolarização, vida diária e interação social.

A visita representou, além da troca de experiências, excelente oportunidade para reflexões e possíveis reestruturações no que se refere ao direcionamento pedagógico das crianças e adultos com TEA. Isso contribuirá para ressignificações nos atendimentos do AEE no nosso Município, que é tido como referência para outros municípios, tendo como foco o trabalho exclusivamente pedagógico, buscando desenvolver a comunicação e interação social dos educandos, uma vez que, na sala de aula do ensino regular, a criança/estudante com TEA pode contar com um profissional de apoio para auxiliar na rotina escolar (mediante avaliação criteriosa da necessidade).

Na política educacional municipal de inclusão de Araucária existe o serviço de itinerância, que é executado por um professor “itinerante”, um profissional que faz o contato entre os CMAEEs e a unidade educacional, visando manter as instituições informadas sobre as necessidades/suportes para o desenvolvimento e aprendizagem de cada criança/estudante que está sendo acompanhada, bem como mediações necessárias ao processo de inclusão escolar. Sendo esse trabalho agregado ao trabalho do AEE, um fortalecedor do processo de inclusão.

Sendo assim, este momento representou o início de um trabalho conjunto entre os profissionais, simbolizando um compromisso de continuidade entre o Departamento de Educação Especial da SMED com a AMA litoral Balneário Camboriú/SC.

Texto: Departamento de Educação Especial

Publicado na edição 1285 – 28/10/2021

VEJA TAMBÉM

Terceira idade e educação

Recentemente, Boris Casoy – jornalista e apresentador – estampou notícias nacionais ao anunciar que, aos

Plano de Trabalho Anual do PNAE

A Secretaria Municipal de Educação, por meio do Departamento de Alimentação Escolar, encaminhou na última