Compartilhe esta notícia
Da garagem de casa para todo o Brasil
Com o computador, o celular e muita criatividade Rafaela Budal conquistou a internet com sua loja de roupas diferenciadas para meninas. Foto: Marco Charneski

Uma loja delicada, em tons suaves, com os modelos de roupas para meninas mais cobiçados pelas mamães de todo o Brasil, que tem 4,5 mil clientes em potencial e nunca está fechada. Sim, essa loja existe e foi idealizada pela Rafaela Budal, de 39 anos, uma empreendedora aqui de Araucária. Mas tem um detalhe, a loja da Rafa é virtual.


Formada em tecnologia de processos químicos Rafaela trabalhou em uma indústria de alimentos por 10 anos e quando engravidou saiu da empresa para se dedicar ao bebê, que hoje é uma linda menina de 8 anos, chamada Lais. Pensou em retornar ao mercado de trabalho, mas as propostas que recebia não eram atrativas.

Quando seu marido, que agora é ex, ficou desempregado Rafa decidiu vender as roupinhas seminovas que estava guardando da filha em grupos de desapegos no Facebook. Como as roupas estavam bem conservadas, eram de bom gosto e de marcas conhecidas, algumas importadas, as vendas se concretizaram rapidamente. “Eu achei que talvez pudesse investir em vendas nas redes sociais e decidi apostar no meu instinto, e tudo foi acontecendo naturalmente”.

Rafaela começou a importar fantasias de princesas e passava o dia na rede social anunciando em grupos de desapegos e de vendas de roupas infantis em várias cidades do Brasil, depois investiu nos modelos tal mãe tal filha, que estava virando febre entre as mães. Em 2017 decidiu que queria ampliar mais o alcance das vendas e para comprar direto das fábricas, teria que ter uma identificação jurídica. Foi até o Espaço do Empreendedor, mantido pela Prefeitura de Araucária, onde ela teve auxilio para fazer sua inscrição no MEI (Micro Empreendedor Individual). Com o CNPJ em mão, pôde comprar direto das fábricas de roupas infantis, conhecidas no Brasil.

Com as novidades que trouxe para a loja virtual, foi aumentando seus contatos e ganhando a confiança das clientes. Atualmente, Rafa tem no portfólio roupas ‘modinha de luxo’ para meninas, desenvolve seu trabalho sozinha no marketplace das redes sociais e no envio das mercadorias pelos Correios para todo o Brasil. O seu escritório é na garagem da sua casa, onde também armazena seu estoque. Rafaela tem muitas clientes em Curitiba que escolhem no catálogo as peças que gostariam de ver, ela faz uma sacolinha com as roupas e envia pelo motoboy, que com a maquininha de cartão faz a cobrança. Isso é fidelizar o cliente.

“As roupas que trabalho são da melhor qualidade e meu público é classe média alta. O meu diferencial está no atendimento personalizado que dou para cada cliente, entendendo suas necessidades e desejos de consumo. Me coloco no lugar das mamães e penso no que eu gostaria para minha filha e como eu gostaria de ser atendida”, conta.

No ano passado, a empreendedora investiu cerca de R$ 80 mil em estoque, com lucros em torno de 75%. Mas veio a pandemia e as vendas caíram. Rafaela percebeu que deveria dispor para suas clientes um outro tipo de roupa mais confortável, como pijamas e moletons, porém todo o seu capital já estava investido no estoque.

A solução foi novamente buscar apoio no Espaço do Empreendedor, para solicitar um empréstimo junto à Agência de Fomento do Paraná com juros bem abaixo do que os praticados pelos bancos tradicionais. Com o dinheiro ela investiu em um novo estoque, fez algumas liquidações e as vendas voltaram a acontecer.

“Sou grata pelo meu empreendimento ter sobrevivido em meio a pandemia e me manter financeiramente. Devo tudo isso a política de relacionamento e confiança que desenvolvi com os meus clientes, eu não sabia nada de vendas, nem de marketing, mas sempre me coloquei no lugar do outro e se eu quero o melhor produto, o melhor atendimento, é o que eu vou oferecer”.

Serviço:
@mimosparaprincesaloja
Fone/whatsapp 99911-8861

Texto: Rosana Claudia Alberti

Compartilhe esta notícia