Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

É fato que as fake news se propagam com mais rapidez quando a população está fragilizada pelo medo. Pessoas mal informadas acabam compartilhando notícias falsas, espalhando pânico e informações que, ao invés de contribuir, acabam causando prejuízos em momentos de crises graves. Nos tempos difíceis de coronavírus, a situação não tem sido diferente.

O secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Andrade, em um dos seus recentes pronunciamentos, orientou a população a tomar bastante cuidado com tudo que recebem e compartilham pelas redes sociais. “Confirme a notícia em sites confiáveis antes de compartilhá-la. Evite espalhar inverdades”, recomendou.

Carlos comentou que várias notícias falsas a respeito de pessoas infectadas e até mortes por coronavírus em Araucária já circularam nas redes, porém, tranquilizou a população e disse que, até o momento, a cidade não teve nenhum caso confirmado da doença. “As pessoas devem ter mais responsabilidade nesse momento, acompanhar as informações oficiais. A Secretaria de Saúde estará trabalhando de forma incansável para levar à população o quadro real de tudo que está acontecendo”, pontuou o secretário.

Para ajudar quem tem dúvida se etá diante de uma fake news, o Ministério da Saúde disponibilizou um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. O canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

Texto: Maurenn Bernardo

Foto: Freepik

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM