Compartilhe esta notícia
Já imaginou se as estrias sumissem? - notícias da Comercial  - O Popular do Paraná
Kyara é certificada pela criadora da técnica

Toda mulher parece já ser criada, desde pequena, com a máxima de que deve evitar ao máximo ter estrias, pois elas nunca mais irão sair. Pois é, os cuidados na prevenção devem mesmo ser constantes, garantem as fisioterapeutas. Mas a história de que irão ficar lá, inteiras para todo o sempre, já não é bem assim.

Uma fisioterapeuta paulista, Ana Carolina de Almeida, começou a notar, durante tratamentos contra celulite e gordura localizada, que certos componentes dos produtos que ela aplicava também melhoravam o aspecto das estrias nas clientes. Decidiu investigar mais à fundo, fez alguns estudos e acabou formulando e patenteando uma nova técnica que batizou de StriOrt. O nome veio por conta da técnica ortomolecular que ela usa.

De tão eficiente e com resultados tão visíveis ela começou a dar cursos para fisioterapeutas de todo o país, certificando os profissio­nais que estão habilitados a aplicar a técnica que garante uma redução de até 80% do aspecto da estria.

Melhores resultados

Para quem não sabe, estrias são lesões que surgem quando a pele é esticada além de sua capa­cidade, rompendo as fibras de tecido, o que provoca uma cicatriz em formato de faixas finas. São várias a causas de seu surgimento: crescimento na puberdade, aumento de peso, gravidez ou uso prolongado de medicamentos à base de corticosteróides tópicos. Podem ser de dois tipos, as avermelhadas, que são as mais recentes e com mais chances de serem totalmente corrigidas pelos tratamentos convencionais e as esbranquiçadas, que são mais antigas e consolidadas. “É justamente neste tipo de estria, onde os tratamentos à disposição no mercado não conseguem resultados muito bons, que a nova técnica StriOrt traz mais benefícios”, explica Kyara Morgana Oliveira Moura, fisioterapeuta que fez o treinamento e é certificada pela criadora do processo.
Já imaginou se as estrias sumissem? - notícias da Comercial  - O Popular do Paraná
Sem cortes

O tratamento não é invasivo, não precisa de cirurgia e já mostra resultado após apenas uma aplicação. Como a estria é um rompimento do tecido, a pele neste local fica mais fina e com menos circulação de sangue. A técnica consiste em usar vácuo na região da estria, forçando justamente a vascula­rização de sangue que melhora a circulação na região, fazendo com que as fibras de colágeno voltem a ser produzidas. Mas as fibras elásticas não se refazem, é por isso que, embora fiquem muito discretas, nunca chegam a desaparecer por completo. Mulheres são as mais afetadas. Nelas as estrias costumam aparecer na região das mamas, glúteos, flancos, culotes, abdôme e coxas.

Em Araucária o tratamento é oferecido pelo Espaço Kyara Morgana. “Uma grande vantagem da técnica, além do resultado efetivo que pode trazer, é seu preço, que varia de 200 a 250 por sessão, incluindo produtos home care. Mesmo assim é sempre bom alertar que os resultados variam de pessoa a pessoa, pois cada um tem características físicas e metabolismo próprio” alerta Kyara.

Texto: Carlos do Valle / FOTO: carlos do valle

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio