Com esse trabalho, o estado reforça o papel do criador no combate à febre aftosa

A campanha do Governo do Estado de vacinação contra febre aftosa, que foi lançada na sexta-feira (27), se chama Vacina Ação, para reforçar a ação do criador sobre o ato de vacinar. Além de cartazes, distribuídos em todo o Estado com a mensagem Vacina Ação, já está disponível, desde a quarta-feira (25) o site www. pr.gov.br/aftosa, em que os produtores podem obter informações e tirar suas dúvidas a respeito da febre aftosa e da campanha de vacinação.

“Isso significa que a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento está apostando o sucesso da campanha de vacinação na iniciativa do criador, em vacinar seus animais”, disse o chefe da Divisão de Defesa Sanitária Animal, Marco Antônio Teixeira Pinto. A primeira etapa da campanha vai de 1º a 20 de maio.

O site sobre a aftosa traz informações explicativas sobre a enfermidade, como ela se manifesta e como o produtor pode se prevenir para que seus animais não adoeçam. Também traz a relação e o contato das 126 unidades veterinárias da Secretaria existentes no Estado e os procedimentos que devem ser adotados durante a campanha.

Este ano serão destinados para o comércio 11 milhões de doses de vacina contra a febre aftosa. A meta da Secretaria é vacinar 100% do rebanho paranaense de bovinos e bubalinos, estimado em 10,2 milhões de cabeças.

Segundo Marco Antonio, a Secretaria vai concentrar esforços na área de fronteira com outros países e divisas interestaduais, onde o risco de contaminação de enfermidades é mais elevado. Prefeituras, sindicatos, associações de produtores nos 27 municípios da região vão enviar representantes às propriedades para acompanhar a vacinação.

VEJA TAMBÉM

Compartilhe