Provas de Matemática e Ciências da Natureza não  surpreenderam estudantes
Segundo dia de provas foi tranquilo na cidade. Foto: Everson Santo

 

Estudantes de Araucária que fizeram o Enem 2018 não consideraram difíceis as questões de Matemática e Ciências da Natureza, aplicadas no domingo, 11 de novembro, segundo dia de provas. Segundo eles, as perguntas ficaram dentro do esperado, apenas com um formato diferente no enunciado das questões, que acabou facilitando a interpretação. “Achei que algumas perguntas eram bem óbvias e outras estavam um pouco mais difíceis, mas confesso que esperava um teste bem mais complicado”, comentou a estudante Bruna Christina Ramalho Silva, 18 anos, que está no 3º ano do ensino médio e pretende cursar Administração. Da mesma forma a estudante Bruna Atamanczuk Maia, 17 anos, comentou que “as questões estavam dentro do esperado, inclusive algumas estavam bem fáceis de entender”. A estudante já cursa Direito na Unifacear e fez o Enem para tentar uma bolsa de estudos.

Outro estudante que preferiu não divulgar o nome, disse ter feito a prova apenas para testar seus conhecimentos. Segundo ele, que concluiu os estudos em 2015, as questões estavam bem atuais. “Isso certamente fez com que os participantes se sentissem familiarizados e conseguissem preencher as respostas com mais segurança”, comentou.

Segundo o Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Enem 2018 teve a melhor aplicação desde 2009, quando assumiu o formato atual. Pela primeira vez não será necessária uma reaplicação de prova em função de problemas logísticos e de aplicação. Os resultados do exame são usados para acesso a 1.434 Instituições de educação no Brasil e a 35 em Portugal.

Publicado na edição 1139 – 14/11/18

Compartilhe esta notícia: