Raízen está ajudando a redefinir o futuro da energia

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Araucária recebe uma das unidades da empresa, de origem brasileira, mas com forte atuação na Argentina

Foto: Marco Charneski
Por MAURENN BERNARDO

EDIÇÃO ESPECIAL EM COMEMORAÇÃO AO DIA DA INDÚSTRIA

A Raízen é uma empresa integrada de energia, que produz e comercializa etanol, açúcar, combustíveis e bioenergia. Foi fundada em 2011, a partir da Joint Venture (JV) entre Shell e Cosan. Com uma de suas unidades em Araucária, na Rodovia do Xisto, Jardim Alvorada, a Raízen é considerada uma verdadeira potência verde, referência global em bioenergia, protagonista na transição energética, que está ajudando a redefinir o futuro da energia. Está entre os maiores grupos empresariais privados do Brasil e sua origem está no solo brasileiro, mas também atua na Argentina e tem ambição de ganhar o mundo.

Seguindo um modelo único de atuação, a empresa opera de ponta a ponta, desde a produção e venda de energia renovável e açúcar a partir da cana-de-açúcar, levando também essa energia para diversos cantos no mundo. Está presente ao longo de todo o território brasileiro e argentino, distribuindo combustíveis, e levando energia por meio dos Postos Shell.

Onde se vê a Raízen

A Raízen está presente no açúcar do cafezinho de todas as manhãs, nos produtos de higiene e beleza que trazem o etanol como ingrediente, o combustível de carros e aviões que encurtam distâncias, na energia elétrica gerada a partir dos subprodutos da cana-de-açúcar. Tudo para fazer a vida e a economia girar. Maior produtora de derivados da cana-de-açúcar, somos referência global em energias renováveis a partir do bagaço da cana.

A empresa reconhece os atributos da cana, para além da produção de etanol e açúcar, como uma matéria-prima versátil, capaz de produzir inúmeros outros produtos renováveis e contribuir para uma matriz energética mais limpa e renovável. Em seus parques de bioenergia extrai o máximo da sua biomassa. Neles, produz energias renováveis como: etanol, etanol de 2ª geração, bioeletricidade, biogás e biioprodutos. Também investe em energia solar. Juntas, são a energia do futuro.

A primeira planta de biogás da Raízen foi inaugurada em 2020 e hoje usa subprodutos do processo industrial (a vinhaça e a torta de filtro) para a geração de biogás, que pode ser convertido tanto em eletricidade quanto em gás biometano, e colabora para uma matriz energética mais limpa. Essa é a aposta da empresa desde o início: investir em tecnologias que podem proporcionar um futuro mais sustentável.

Clique aqui para visualizar o ranking das empresas

Fique conectado, receba novidades por e-mail!

O Popular do Paraná é o jornal mais antigo de Araucária, na RMC. Circula ininterruptamente desde 21/04/1998. Sua edição impressa vai aos pontos de venda sempre às quintas-feiras.

© Todos os direitos reservados 2021