Ranking traz as indústrias privadas que mais contribuíram com Araucária no IPM

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp

Dados levam em conta o valor das saídas menos as entradas de cada empresa ao longo do ano civil

Foto: divulgação
Por WALDICLEI BARBOZA

EDIÇÃO ESPECIAL EM COMEMORAÇÃO AO DIA DA INDÚSTRIA

O jornal O Popular divulga neste ano de 2021, pela primeira vez, o ranking das 100 empresas privadas instaladas em Araucária que mais contribuíram para formação do chamado Valor Adicionado, que é a métrica utilizada pela Secretaria de Estado da Fazenda (SEFA) para calcular o índice de cada um dos municípios paranaenses no rateio das cotas de ICMS.

Essencialmente, o objetivo desse ranking é homenagear as indústrias de nossa cidade por terem contribuído para que o Município tenha se tornado o maior polo industrial do Paraná. Ainda como forma de estímulo à atuação dessas empresas, O Popular optou por não considerar no ranking aquelas empresas essencialmente estatais, como é o caso da Petrobras. Isto traz equidade ao ranking, já que por conta do segmento em que atua é natural que a capacidade de produção da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) seja sempre muito superior a todas as outras indústrias locais.

Para definir as empresas que integram o ranking, O Popular utilizou relatório público disponibilizado pela SEFA aos municípios. Nele consta a participação individual de cada contribuinte da cidade no Valor Adicionado. Como estabelece a legislação, para formação do IPM de 2021 são utilizadas informações da Escrituração Fiscal Digital que as empresas fizeram no ano-base de 2019, as quais foram entregues à SEFA em 2020.

O cálculo do VAF de cada empresa, é feito subtraindo as entradas das saídas de mercadorias, acrescidas das operações de prestação serviços no território de cada município paranaense. De um total de 649 contribuintes, o ranking elaborado pelo O Popular traz as cem não públicas mais bem posicionadas. São empresas dos mais variados setores, como papel e celulose, metalmecânica, refrigeração e ar-condicionado, extração de óleo de soja, enzimas e biotecnologia, tintas, fertilizantes, insumos para várias cadeias produtivos, como a moveleira, gases hospitalares, entre tantas outras.

O ranking é liderado pela Berneck S.A., e passa por gigantes nacionais e internacionais, como a Volvo, Braskem, CSN, Novozymes, AAM, Ipiranga, Imcopa e várias outras.

TOP10

Dentre as 100 maiores, O Popular separou as dez mais bem posicionadas para contar um pouco sobre suas histórias, atuação no mercado e até para mostrar aos moradores de Araucária onde elas estão instaladas em nossa cidade. As matérias constam das próximas páginas e o ranking completo com as 100+ você vê na contracapa deste suplemento.

As dez mais bem posicionadas receberão certificados

Para marcar a publicação do ranking AS 100+, O Popular entregará ao longo dos próximos dias certificados a todas as empresas que integram o TOP10. Essa é mais uma forma encontrada para agradecer a essas indústrias por contribuírem com o desenvolvimento de nossa cidade. Afinal, são os impostos gerados pela atividade que desenvolvem que possibilitam a execução de toda e qualquer política pública dentro de Araucária, além – obviamente – dos milhares de empregos gerados aos moradores locais.

A certificação que será entregue às empresas que integram o TOP10 receberá o nome de Eliezer Cordeiro. Servidor público municipal, ele faleceu recentemente vítima de um quadro de agravamento da Covid-19. Em vida, Eliezer era um entusiasta do empreendedorismo. Gerenciou o Espaço do Empreendedor de Araucária e sempre defendeu a necessidade de integração entre o setor industrial e o comercial do Município.

A certificação entregue pelo O Popular tem o apoio do Município de Araucária, do Avança Araucária, da Associação das Empresas da Cidade Industrial de Araucária (AECIAR), Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Araucária (ACIAA) e do Sebrae.

Clique aqui para visualizar o ranking das empresas

Fique conectado, receba novidades por e-mail!

O Popular do Paraná é o jornal mais antigo de Araucária, na RMC. Circula ininterruptamente desde 21/04/1998. Sua edição impressa vai aos pontos de venda sempre às quintas-feiras.

© Todos os direitos reservados 2021