Réu é condenado a 10 anos de prisão em regime fechado

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Na última quarta-feira (05), Messias do Carmo foi condenado a dez anos e dez meses de prisão em regime fechado pelo Tribunal do Júri de Araucária, além de ter que reparar os herdeiros da vítima em R$ 100.000,00.

O réu estava sendo julgado pelo crime de homicídio que cometeu no dia 26 de abril de 2005. Nesta data, Messias, que era dono de um bar no bairro Xangai, matou Benedito Bernardino Teixeira em frente ao estabelecimento comercial em decorrência de uma briga por motivos fúteis.

Na época, após ser baleada, a vítima foi transferida para o hospital, onde ficou internada e veio a falecer cerca de vinte dias depois do crime, fato que foi considerado como desfavorável ao réu, pois gerou sofrimento intenso à família de Benedito. Outra situação em desfavor do réu, foi que a vítima tinha dois filhos e este fato era de conhecimento de Messias.

Texto: Rafaela Carvalho