Associação de moradores pede doações de alimentos

Nice quer voltar a ajudar as famílias, como sempre fez, mas precisa do apoio da população. Foto: divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Associação de moradores pede doações de alimentos
Nice quer voltar a ajudar as famílias, como sempre fez, mas precisa do apoio da população. Foto: divulgação

A associação de moradores do Jardim Alvorada está pedindo a ajuda dos araucarienses para continuar levando alimentos e ajudar as famílias carentes do bairro. Em função do agravamento da pandemia, muitos trabalhadores perderam suas fontes de renda e estão sem alternativas até para comprar o básico, que é comida. No total, são cerca 300 famílias assistidas pela associação atualmente e, segundo Maria Eunice, presidente da entidade, todos os dias chegam pedidos de socorro. “Eles estão desesperados, a miséria está batendo na porta e nós estamos aflitos para tentar ajudá-los”, desabafa a voluntária. Segundo ela, o trabalho de assistência social durante a pandemia de coronavírus no município é fundamental para que os lares carentes sejam ajudados de maneira eficaz.

Eunice conta que no começo da pandemia chegaram muitas doações, mas que a partir de novembro, elas diminuíram e agora o estoque de cestas para entrega chegou ao fim. “Fico impotente, pois não temos mais nada para oferecer a elas”, diz. Diferentemente de 2020, onde as famílias possuíam o benefício concedido pelo governo para pagar contas como água e luz, agora elas se encontram sem renda, agravando ainda mais a situação de muitos lares da comunidade.

Doações

As famílias atendidas pela associação são cadastradas e atendidas dentro de todos os protocolos de segurança impostos pelos decretos. Eunice explica que neste momento a doação de alimentos é urgente, mas quem quiser poderá fazer doações em dinheiro para auxiliar os moradores a pagarem as dívidas atrasadas. “Todo tipo de doação é bem-vindo. Vamos nos unir neste período difícil, da mesma forma que a linha de frente está se ajudando. Estender a mão, com um olhar de humildade. Peço encarecidamente a ajuda de todos”, finaliza a voluntária.

Ela garante que a entidade está aberta e prestará conta dos valores e doações enviadas. A associação está localizada na Rua Aleixo Traucnzk, n° 14, bairro Jardim Alvorada. O telefone para contato é o (41) 99651-9909 e a conta para depósito de qualquer valor é Caixa Econômica, Agência – 0381, Dígito – 013, Conta – 00032502-8.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1254 – 25/03/2021