Compartilhe esta notícia

Durante toda a manhã des­ta quinta-feira, 10 de setembro, as viaturas da Guarda Municipal não circularam pelas ruas da cidade. E, acreditem se quiserem, o motivo foi falta de combustível. Exatamente: não havia gasolina para colocar no tanque dos carros.

A sorte da população foi que a bandidada estava razoavelmente calma na manhã de ontem e nenhuma situação de vulto foi registrada no período em que as viaturas ficaram encostadas no pátio da sede da GM.

E, desta vez, a razão para a falta de combustível, segundo apurou nossa reportagem, não foi grana e sim desorganização administrativa. Isto porque a Prefeitura possui uma licitação vigente com a Potencial Petróleo Ltda. desde julho deste ano. O acordo é do tipo ata de registro de preços, sendo que a empresa fornece gasolina para as secretarias municipais cerca de dois dias depois de cada pasta empenhar suas cotas de combustível.

O problema teria ocorrido porque o pedido de combustível não teria sido feito na semana passada, quando o estoque de gasosa estava pela boa. Isto acabou sendo feito só na terça-feira (8). Com isso, o combustível só foi entregue no final da manhã de ontem, sendo que as viaturas da GM só puderam ser abastecidas no início da tarde.

Texto: Waldiclei Barboza

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio